Chef Adriana Saldanha

 Adriana Saldanha é jornalista documentarista, arte educadora, pesquisadora e Chef de cozinha. Fundadora e gestora do Instituto Mpumalanga, desenvolvedora de tecnologias sociais para a educação por meio das linguagens artísticas e da literatura e empreendedora cultural. Realiza pesquisas sobre culinária brasileira associada a saberes tradicionais e sobre tradições culturais de matrizes caiçara, indígena e afro-brasileira. 

 Pesquisou mais de 100 cozinhas pelo interior do Brasil, ao longo de 12 anos, com registro audiovisual do modo de colher o alimento e fazer comida em comunidades indígenas, quilombolas, caiçaras, no interior da África do Sul e em países latino-americanos. 

 Pesquisou mais de 100 cozinhas pelo interior do Brasil, ao longo de 12 anos, com registro audiovisual do modo de colher o alimento e fazer comida em comunidades indígenas, quilombolas, caiçaras, no interior da África do Sul e em países latino-americanos. 

 Pós graduanda em Negócios em Gastronomia e em Gastronomia Autoral, tem graduação pela Universidade Anhembi-Morumbi/Gastronomia-turma 2018; FURG-RS-Letras e PUC-RS- Comunicação Social. Atuou em várias emissoras de TV e desenvolveu, em 2005, para o Canal ESPN, o projeto educacional e o programa de TV Caravana do Esporte. Em 2007 criou a Caravana das Artes e a metodologia Viva com Arte de formação continuada em arte educacional para professores, gestores e profissionais de diferentes áreas. Coordena desde 2015 o projeto Vozes do Purus, de liderança juvenil indígena na região de Labrea-AM. 

 Implantou a CASA BRASILEIRA, em 2017, espaço conceito do Mpumalanga em São Sebastião-SP e centro de cultura, artes e gastronomia, onde realiza cursos, oficinas, mostras culturais, projetos de incentivo à leitura, como o Todas por Elas na Literatura e a FLISS-Festa Literária Internacional de São Sebastião, além de estudos sobre memória e culinária brasileira e o projeto Comida como Cultura. 

  • Flickr Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Facebook B&W